'Fica a vontade' - leitura dramática de Paula Cohen

December 20, 2016

 

 Ilustração - Flavia Erenberg

 

 

 

A atriz e escritora Paula Cohen interpreta um de seus poemas do livro Vou comer brilhantes para ver se quebro um dente, publicado pela editora Laranja Original.

 

O livro está à venda em:

www.laranjaoriginal.com.br/product-page/5b5aa1b7-bbb5-e890-104f-0aa025c754c8

 

FICA A VONTADE

Paula Cohen
 

entre as minhas partes
você poderia passear
livremente
 

passe livre
no meu parque de diversões
 

escorregando na minha pele trêmula
feito neve quente
que derrete

 

girando as minhas ancas
em looping
quadril partido
na força dos teus dedos
 

bate bate de bocas
 

cravando dentes no meio da minha coxa
qual desenho estampa
próxima tendência
da velha estação
 

deixando seu vulcão entrar em trabalho
retardando a minha explosão
dominando o tempo

toureando
provocando
meus credos
meus medos
o avesso do amor
as dores que eu ainda não senti
a euforia que ainda não me fez gritar
 

te deixo livre
como se a liberdade fosse um aval
que alguém pudesse te dar
como um presente
 

fica a vontade
 

como em um restaurante
que você pega tudo
e paga
preço fixo
 

pega à vontade
 

eu quero pegar você
você sabe
te pego avisado
visado

 

visando o que eu preciso
que é pouco
mas não superficial
 

eu quero pegar você
em alguma superfície
uma borda
vibrar as suas placas tectônicas
rachar a sua estrutura
 

falta de ar
de tanto vento
 

vem aqui fica

fica a vontade
 

sobe neste carrinho
carinho
aperta o cinto
 

fica a vontade

levanta os braços
vamos descer montanha

Please reload

Destaque

'Fica a vontade' - leitura dramática de Paula Cohen

December 20, 2016

1/1
Please reload

Recentes
Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • SoundCloud Social Icon

Contato

 

© 2016 Laranja Original